Abs growth puro
Edit Content

Menu

Marketing Digital para contabilidade: Manual Completo

Publicado porRogerio
Atualizado em

Quer aprender quais são as melhores estratégias de marketing digital para contabilidade? Então, confira neste manual todas as ações online que farão seu escritório contábil crescer!

O cliente contábil mudou. Com o avanço tecnológico, ele já não chega até um escritório por indicação. É claro que alguns ainda podem chegar por esse meio, mas a maioria deles simplesmente realiza uma busca no Google e encontra o seu novo contador. Diante desse cenário, é essencial entender mais como o marketing digital para contabilidade pode ser uma boa solução. 

Durante algum tempo, o investimento em marketing digital para contabilidade foi, realmente, uma opção: apenas os escritórios que realmente tinham um orçamento e queriam explorar um território desconhecido optavam pelas tais estratégias online. Com o passar do tempo, os hábitos de consumo foram mudando. Desde então, esse investimento passou a ser uma obrigação: se você quer se manter competitivo no mercado, ter mais chances de conquistar um novo público e alcançar novos patamares, é indispensável estar nas plataformas digitais.

E muitos escritórios já estão se dando conta de que precisam investir no marketing digital para contabilidade para manter um bom posicionamento online e aumentar a sua cartela de clientes.

Em outras palavras, de nada adianta oferecer um excelente serviço para empreendedores se não mostrar, socialmente, o quão bom pode ser o seu escritório. Afinal, você pode ter o melhor serviço e as melhores soluções, mas se não conseguir alcançar e captar clientes, de nada adiantará.

Ao passo que seu escritório se posiciona na internet, certamente a busca por seus serviços também aumentará. É preciso ter em mente que as pessoas gostam de ver referências e avaliações de tudo aquilo pelo qual elas irão pagar. Portanto, considere investir em marketing contábil para fomentar o crescimento do seu escritório.

O marketing digital para contadores ainda é uma necessidade urgente do mercado, ao mesmo tempo que ainda é um entrave para o contador. Um setor que, até então, é conhecido apenas pelas formalidades e burocracias, precisa mostrar que tem muito mais potencial que apenas “lidar com as papeladas”. 

Para essa tarefa, é importante estar nas redes sociais, conversar com seus potenciais clientes, construir uma boa imagem não só do seu escritório como também do mercado, desmistificar a imagem do contador e mostrar provas sociais do seu trabalho. Essa é apenas a ponta do iceberg de todas as estratégias de marketing digital para contabilidade que irão transformar a realidade do seu escritório e captar cada vez mais clientes.

Quer entender mais sobre o marketing digital para contabilidade e saber como aplicá-lo em seu escritório? Então, continue a leitura e confira na prática as melhores soluções de marketing digital para o mercado contábil!

O que é Marketing Digital para contabilidade?

Como sugere o próprio nome, o marketing digital para contabilidade é o marketing realizado no ambiente digital. Ele utiliza ferramentas como redes sociais, blogs, motores de busca, sites e e-mail marketing para captar clientes e aumentar a relevância do escritório no mercado contábil. O ambiente web permite que as empresas se aproximem mais de seus prospects e é exatamente neste ponto que a marca precisa saber como se comunicar da maneira correta.

Além disso, o marketing digital para contadores é uma ótima forma para chegar a novos patamares e alcançar clientes que, sem a ajuda dele, seria praticamente impossível chegar. Ainda, o marketing digital também pode criar um relacionamento mais próximo com o cliente, visando promover a sua fidelização. 

O conjunto de ações também permite que o escritório consiga transmitir sua missão, visão e valores. Desta forma, ele consegue, com objetividade, estabelecer a sua marca por meio de uma comunicação horizontal.

A importância do Marketing Digital para a contabilidade

Como já dito, infelizmente ainda existe uma visão muito tradicional e quadrada a respeito do contador. Muitos profissionais ainda não conhecem ou não acreditam no poder do marketing digital para contabilidade, ao mesmo tempo em que muitos empreendedores ainda enxergam esse profissional como alguém preso no escritório, responsável por lidar com burocracias.

É mais do que necessário que essa imagem desapareça. E isso só será possível a partir do momento em que o contador conseguir mostrar todas as suas competências e de que forma ele consegue ajudar o empreendedor a crescer. A partir deste entendimento e de ações de marketing contábil bem aplicadas, o contador conseguirá melhorar cada vez mais os seus resultados.

A urgência nessa mudança se dá pelo fato de que todos os mercados estão caminhando para o mundo digital, visto que a postura do consumidor final mudou. E com a contabilidade não deve ser diferente. Um escritório contábil que não está presente no mundo digital, que não sabe prospectar clientes e que não sabe aplicar as estratégias de marketing corretas, infelizmente, está fadado ao fracasso.

O contador precisa estar preparado para aplicar em seu negócio o que há de melhor no mercado.

Os benefícios que o Marketing Digital para contabilidade

Graças ao seu alcance e o seu potencial, o marketing digital para contabilidade tem crescido cada vez mais. Claramente, se compararmos com estratégias de marketing consideradas tradicionais, conseguimos destacar vários benefícios que o marketing digital traz para o setor contábil.

Atrair a atenção do cliente em potencial e se destacar entre os concorrentes são as vantagens mais evidentes quando o assunto é o marketing digital contábil. E é fato que esses, apesar de serem dois dos mais importantes benefícios, não são os únicos motivos pelos quais você deve investir em marketing digital para contabilidade. 

Além de mais visibilidade e vantagem competitiva, o marketing digital também pode proporcionar inúmeros benefícios para o escritório contábil. Continue a leitura e descubra os principais deles!

O Marketing Digital para contabilidade permite encontrar novos clientes

Em um mercado cada vez mais competitivo, não basta apenas existir, é preciso ser visto. É importante frisar isso, pois é a partir dessa percepção que poderão ser criadas estratégias e ações de marketing contábil que priorizem a visibilidade do nome e do trabalho realizado no escritório.

Imagine a seguinte situação: você está à frente de um processo seletivo para a contratação do Diretor Comercial do seu escritório. Na hora de selecionar o melhor candidato, o que você levaria em conta? Obviamente, a apresentação do currículo seria um dos principais fatores e as estratégias de marketing pessoal utilizadas com certeza são um fator de diferencial para conquistar a atenção de recrutadores.

No caso de um escritório de contabilidade, a situação é a mesma. Entretanto, neste caso, quem decidirá se o negócio e a proposta são atraentes ou não são os clientes. Por isso, investir em uma boa apresentação da sua marca e de seus serviços, bem como apostar em estratégias de marketing digital para contabilidade e se manter ativo nas mídias digitais é essencial para aumentar a exposição da marca e encontrar novos clientes.

Mensura os resultados com mais facilidade

A segunda vantagem mais marcante do marketing digital contábil é a facilidade e a agilidade que ele proporciona para mensurar os resultados das ações realizadas. Essa clareza nos dados é primordial não só para segmentar melhor as ações que não têm trazido os resultados esperados, como também para descobrir de quais canais os seus clientes estão vindo.

Isso ajuda o contador a redirecionar as estratégias para que elas tragam melhores resultados. Por exemplo, ao anotar que determinado anúncio não teve o alcance esperado, é possível descobrir quais foram os possíveis erros que o levaram a isso: se foi o horário escolhido, a plataforma, se há algum erro na chamada e diversos outros.

Com essas informações em mãos, o contador pode repensar e refinar as suas estratégias de marketing, até que elas alcancem o objetivo desejado. 

Aumenta a exposição do escritório

Você já ouviu falar em “share of mind”? Esse é um termo que está ligado à participação que determinada marca tem na mente do seu consumidor. Em outras palavras, trata-se da percepção que uma empresa causa no mercado.

O marketing digital para contabilidade ajuda a fomentar o share of mind, pois permite com que o contador esteja presente em diversos canais de comunicação e de mídias sociais. Isso aumenta a exposição da marca.

Quanto mais forte for a sua presença na internet e quanto maior o contato que o cliente em potencial tiver com a sua marca, mais ele se lembrará do seu nome quando precisar de um serviço contábil

Possui um ótimo custo-benefício

Ao comparado com estratégias de comunicação tradicionais, o marketing digital para contabilidade é muito mais acessível, apresentando um ótimo custo-benefício. Isso porque, o marketing digital permite com que os escritórios de contabilidade invistam menos e consigam resultados maiores e melhores quando comparados a outras ações.

Como isso é possível? É simples: por meio da segmentação de mercado. O que antes eram estratégias com segmentações muito simples e pouco efetivas, as quais se baseavam apenas em horários de pico e regiões, hoje, com o marketing digital para contabilidade, é possível segmentar as campanhas por diversos aspectos, tais como: pesquisas realizadas nos mecanismos de buscas, interesses, nível de escolaridade, dificuldades mais comuns na época e diversos outros.

Isso permite com que o contador otimize seus investimentos, pois ao invés de criar uma ação para impactar muitas pessoas que, provavelmente, não serão o seu público-alvo, o gestor pode criar uma estratégia que atinja apenas aquelas pessoas que terão interesse em contratar os serviços contábeis. Isso reduz as chances de perder dinheiro e aumenta o seu potencial de conversão.

Ajuda a educar o mercado

A partir do momento em que o contador começa a produzir conteúdos de qualidade e fomentar, por meio destes, a educação de seu público-alvo, é possível começar um movimento de aprendizado no mercado contábil.

Em outras palavras, quando o contador produz conteúdos relevantes, oferecendo materiais ricos que realmente agregam valor na vida do seu cliente em potencial, ele passa a educar o mercado. Essa é uma excelente forma para agregar valor ao seu escritório e, também, uma das maneiras mais eficientes de se transformar em uma referência do mercado.

O marketing digital para contabilidade aproxima a marca do consumidor

Por último, mas não menos importante, o marketing digital também veio para melhorar a relação entre o contador e o consumidor. O que antes, com o marketing tradicional, era uma relação unilateral, hoje esse cenário mudou. Hoje, os clientes têm a facilidade de poder entrar em contato com o contador a qualquer horário, apresentando seus problemas, fazendo reclamações, resolvendo contratempos e dando feedbacks importantíssimos. 

Essa vantagem tem ainda mais importância para o contador que sabe ser estratégico, pois por meio dessa aproximação, ele poderá otimizar as ações e estratégias do escritório, agindo de acordo com o que cada cliente precisa. Isso faz com que os processos fiquem muito mais claros e os resultados melhorem exponencialmente.

Plano de marketing para escritórios de contabilidade

Como você pôde perceber, o marketing digital traz inúmeras vantagens para um escritório contábil. Só que para ser efetivo, é necessário que o gestor elabore um plano de marketing para o escritório de contabilidade.

O documento é importante pois define diversas questões, como onde a marca está, quem são seus concorrentes, quais os objetivos do escritório, quais são as metas e objetivos que se deseja atingir ao final de cada ação, quem é o seu público-alvo, quais canais serão realizadas as ações e quais estratégias serão necessárias para que o escritório realmente possa atingir seus objetivos.

Contudo, o plano de marketing só consegue ser efetivo quando é desenvolvido com visão e clareza. O planejamento precisa ser conciso e, por isso, deve receber o máximo de atenção e empenho possível. Lembre-se: é a partir dele que todas as suas ações e estratégias irão ganhar forma. Então, quanto mais fechado ele estiver, melhores serão os seus resultados. 

Confira a seguir o passo a passo para montar um plano de marketing para seu escritório de contabilidade!

Marketing Strategy Branding

Faça uma análise SWOT 

O primeiro passo de um bom plano de marketing para seu escritório contábil é realizar uma análise profunda do ambiente ao qual ele está inserido. É importante que essa observação leve em conta tanto os fatores externos, quanto os internos. Isso permitirá que o contador possa descrever tudo o que influencia a empresa de forma positiva e negativa.

E é exatamente para isso que existe a análise SWOT. A metodologia se baseia nas forças, oportunidades, fraquezas e ameaças (Strengths, Weaknesses, Opportunities and Threats, respectivamente, termos em inglês que originaram a sigla) do escritório e ajuda o contador a entender a situação atual do negócio. Por meio da análise, é possível destacar os pontos fortes do escritório, bem como os indicadores que precisam ser melhorados, além do público-alvo e os acertos e erros recorrentes.

Essa análise é dividida em quatro quadrantes principais e cada um deles vai representar a letra de um dos aspectos da SWOT. São eles:

Forças

O quadrante de forças diz respeito aos pontos do ambiente interno do escritório que funcionam tão perfeitamente que se tornaram um grande diferencial em relação aos seus concorrentes. 

Por exemplo, você pode usar o preço dos seus serviços perante os outros escritórios, um tipo específico de serviço oferecido gratuitamente na adesão de um pacote, a qualidade e a eficiência na resolução de problemas e até mesmo a sua autoridade em determinados assuntos da área.

Oportunidades

Já as oportunidades dizem respeito ao ambiente externo do negócio. Tratam-se dos acontecimentos e fenômenos do mundo que podem ser relacionados ou impactar positivamente o crescimento do escritório contábil.

Um exemplo prático é o seu escritório contar com uma promoção ou pacote de serviços que envolvam a abertura de empresa em uma época em que o empreendedorismo está crescendo na sua região. Para o seu negócio, a oportunidade é o fator externo de pessoas estarem optando pela independência em ter seu próprio negócio.

Fraquezas

Dentro do seu escritório, o que poderia te deixar em desvantagem no mercado competitivo? Essa é a pergunta que você deve responder para definir quais as fraquezas do seu negócio. É importante avaliar todos os aspectos, desde os que envolvem processos organizacionais, modelo de atendimento, mão de obra qualificada, precificação, tecnologias ultrapassadas e até mesmo a estrutura do seu escritório. 

Essa análise é importante para entender o que o seu escritório pode melhorar para se destacar no mercado contábil.

Ameaças

Tão importante quanto avaliar os fatores internos que podem impedir o seu escritório de crescer, é analisar as situações do ambiente externo que poderão influenciar de forma negativa o seu negócio. Por exemplo, uma crise econômica que afetou grande parte de seus clientes, os quais tiveram que fechar suas empresas, ou a mudança de uma Lei e, até mesmo, a aparição de um forte concorrente na sua região de atuação.

É importante ressaltar que os fatores do ambiente interno, na maioria das vezes, são controláveis pelo próprio escritório. Diferente das ameaças externas. Por isso, o ideal é focar seus esforços na soma de pontos positivos e, por outro lado, tentar entender como amenizar as fraquezas que têm impactado o escritório.

Conheça o público-alvo do seu escritório contábil

Para quem você quer vender? Com quem você quer conversar? Essas são algumas das perguntas que devem ser feitas para si mesmo para que você consiga conhecer e entender o seu público-alvo. Esse entendimento é extremamente importante para que você consiga desenvolver uma comunicação realmente eficiente.

Basicamente, o público-alvo é um grupo de pessoas que podem se interessar por seus serviços contábeis. Quando se fala em público-alvo, é importante fazer um recorte comportamental, demográfico e socioeconômico de um determinado grupo, para que se possa chegar a um grupo específico de possíveis compradores.

Definir e entender o público-alvo lhe ajudará a identificar o nicho de mercado para o qual seus produtos e a sua comunicação serão direcionados. Assim, você poderá desenvolver ainda mais serviços adequados para este grupo de pessoas. A partir disso, as suas vendas na contabilidade só tendem a crescer.

A diferença entre público-alvo e persona

Ao contrário do público-alvo, que é um grupo de potenciais clientes com os quais se quer conversar, a persona é um perfil de cliente ideal e específico. A persona é elaborada com base em um personagem fictício que representará o perfil de um determinado público com características parecidas.

Para definir a persona de um escritório de contabilidade, é necessário um trabalho mais detalhado de pesquisa e coleta de dados. Uma pesquisa aprofundada ajudará a entender até mesmo as dificuldades que esse grupo enfrenta, seus desejos, desafios e carências.

Com essa definição, é importante deixar claro que, ao contrário do público-alvo, é possível criar diferentes personas para um mesmo produto ou serviço, para diferentes perfis de pessoas ou empresas que solicitam seus serviços. 

Porém, tenha cuidado com exageros. Ter uma única persona pode limitar demais o seu público, e ter muitas pode ter o efeito rebote e fazer com que todo o foco da estratégia seja perdido.

Desenvolva um branding para o escritório contábil

O conceito de “branding” é um conjunto de ações que auxiliam na gestão de uma marca. No que diz respeito ao branding para contabilidade, é muito importante que a construção da sua marca seja um dos pontos iniciais para que o negócio prospere e traga os resultados esperados.

Inicialmente, é importante ter em mente que, quando falamos sobre conceito de marca e branding, não estamos falando apenas sobre o logo, site ou nome do escritório. O conceito vai muito além desses fatores, levando em consideração tudo aquilo que, de fato, representa o seu escritório.

O branding para contabilidade auxilia, em conjunto com diversas outras estratégias de marketing, que seus serviços sejam divulgados da maneira correta. Ainda, ele é responsável por potencializar as suas ações de vendas. 

Com um branding bem definido é possível reforçar a identidade e a mensagem que você, contador, quer passar com os seus serviços. 

Dito isso, confira a seguir como desenvolver um branding para contabilidade..

Defina a sua marca

Se alguém te pedisse para explicar a fundo o que é o seu escritório contábil, você saberia o que dizer? Saber, com precisão, cada característica e aspecto do escritório é um passo importante para conseguir realizar uma definição simples e rápida dele. Isso também permitirá que o público e o mercado consigam entendê-lo. 

A melhor forma para ter esse amplo conhecimento é responder a 6 perguntas fundamentais. São elas:

  • Qual é o objetivo do seu escritório?
  • Onde você está inserido no mercado e o que te coloca a frente dos seus concorrentes?
  • Qual seu objetivo a longo prazo?
  • Quais soluções você oferece para o seu cliente?
  • Ao que o escritório está associado?
  • Quais os princípios éticos que sua marca propõe? 

Defina um posicionamento de marca no mercado

Com o pleno conhecimento do que é e qual o propósito do seu escritório, é necessário definir um posicionamento no mercado. O posicionamento de mercado nada mais é do que projetar a oferta e a imagem do escritório para que ela ocupe um lugar diferenciado na mente do público-alvo e a frente do mercado competitivo.

Isso significa que seu posicionamento pode ser em prol do seu propósito. Por exemplo: se o seu escritório tem o propósito de abrir empresas do lucro real, você poderá realizar a promoção dos seus serviços contábeis com foco em ações que mostram a sua taxa de abertura de empresas dessa modalidade e a sua taxa de sucesso.

Essa definição é importante para que o cliente, ao ter qualquer tipo de contato com a sua marca, já tenha estabelecido em sua mente as competências do escritório.

Defina seus objetivos e metas

A partir de tudo o que foi mencionado, é chegada a hora de pensar, levando em consideração os cenários interno e externo, onde a empresa quer chegar. Para isso, é preciso definir quais são os objetivos e também as metas que se deseja alcançar. Lembre-se: o objetivo é onde se quer chegar, enquanto as metas são os caminhos necessários para alcançar tal objetivo.

Defina as suas estratégias de marketing digital para contabilidade

Agora que já foram definidos os objetivos e metas que deseja atingir com o marketing digital para contabilidade, é hora de definir as estratégias que serão colocadas em prática. Por exemplo, se o seu objetivo é crescer pelo menos 20% no online no período de um ano, você deverá ter um crescimento de 2% por mês em 10 meses, certo? 

A partir dessa definição, quais serão as estratégias e ações adotadas para atingir essas metas mensais? Você pretende impulsionar as publicações nas redes sociais? Vai investir em um blog? Quer começar a trabalhar com conteúdos otimizados em SEO? 

É importante que todas as ações que serão adotadas no período estipulado estejam bem detalhadas. Assim, é possível que as estratégias conversem entre si e, juntas, consigam trazer os resultados para atingir o objetivo final.

Nesta etapa, também é importante definir qual será o seu investimento em cada ação. Ou seja, quanto de dinheiro você está disposto a investir no marketing digital contábil e o quanto você espera ter de retorno. 

Implemente o plano estratégico de marketing digital para contabilidade

Após elaborar todo o planejamento e definir todas as suas estratégias, é hora de implementar as ações. Reúna toda a sua equipe e delegue as tarefas com responsabilidade, assim, nenhum colaborador ficará sobrecarregado. Além disso, também é importante destacar que as tarefas devem ser delegadas para os profissionais que realmente estejam aptos a desenvolvê-las.

Acompanhe as métricas das ações de marketing

Para toda ação há uma reação e no marketing digital não é diferente. É muito importante que o gestor faça o acompanhamento das métricas de todas as estratégias previstas no seu plano estratégico de marketing. 

Esse acompanhamento pode ser feito por meio de indicadores-chave de desempenho, os famosos KPIs, por exemplo. Por meio deles será possível avaliar a eficácia das suas ações e fazer os ajustes necessários para potencializar os resultados do escritório de contabilidade.

KPIs de marketing digital para contabilidade

Os KPIs (Key Performance Indicator) são indicadores-chave essenciais para mensurar os resultados das ações de marketing de uma empresa. É com base nessas informações que o contador tomará conhecimento se as suas ações estão, ou não, trazendo resultados positivos.

Porém, é preciso que os KPIs estejam alinhados às estratégias do plano de marketing para contabilidade. Mas, antes disso, é necessário definir quais indicadores têm mais a ver com o seu plano de ação. Afinal, antes de saber quais métricas você precisa mensurar, é preciso saber qual tipo de resultado você espera.

Isso significa que os indicadores-chave são particulares para cada escritório, e a necessidade de mensuração, ou não, de alguns deles dependerá da sua estratégia. Dois escritórios nunca acompanharão exatamente os mesmos KPIs, ao mesmo tempo, se não tiverem adotado literalmente as mesmas estratégias. 

Os KPIs são divididos em três pilares: os primários, secundários e os KPIs práticos. Confira a seguir as particularidades de cada um deles!

KPIs primários

Ao contrário do que o nome pode sugerir, os KPIs primários nada têm a ver com algo básico ou com o primeiro passo de alguma ação. Mas, sim, com aqueles indicadores que são encontrados primeiro. 

Os indicadores-chave de desempenho primário medem os resultados e apontam se as estratégias de marketing digital para contabilidade adotadas estão surtindo algum efeito ou se algo não está indo bem.

No marketing Digital, os KPIs primários são aqueles que mensuram resultados. Ou seja, por meio dos dados trazidos pela estratégia adotada, demonstram se as ações planejadas têm dado o retorno esperado. 

Fazem parte dos KPIs primários do marketing digital para contabilidade os seguintes indicadores:

métricas KPIs

Tráfego

O tráfego é um dos KPIs mais importantes pois é a partir dele que todos os outros poderão ser mensurados.  A primeira coisa que você deve saber é que se estiver executando a sua estratégia da maneira correta, é certo que terá um aumento de tráfego orgânico ao longo do tempo. 

Mas esse resultado não acontece de um dia para o outro. É preciso, junto a um bom trabalho de SEO para contabilidade, também ter paciência para que esse resultado comece a ficar evidente.

O tráfego é dividido em duas categorias: usuários e sessões. Os usuários são visitantes únicos, contabilizados apenas uma vez durante o período analisado. Enquanto isso, as sessões dizem respeito ao número de vezes alguém entrou em seu site, independentemente se for o primeiro acesso do leitor, ou não.

O tráfego orgânico para contabilidade serve como um termômetro do quão atrativa está a página do escritório. Dessa forma, se mesmo depois de otimizar e de realizar diversas ações, ele ainda não apontar um aumento, é preciso agir e mudar a estrutura e a forma na qual você tem se comunicado com o seu público.

Leads

A quantidade e a qualidade de leads gerados por meio do site, de uma newsletter ou pelas redes sociais é um dos principais indicadores-chave de desempenho primários. Esse é um KPI muito interessante pois se tratam de pessoas que, em algum momento, demonstraram algum interesse pelos seus serviços e, assim, deixaram algum meio de contato para você. Ou seja, os leads são verdadeiras oportunidades de negócio.

É importante que a equipe de vendas esteja bem atenta a essas pessoas, em específico. Isso porque, quando bem trabalhados, esses leads têm grande chance de se transformar em futuros clientes.

Custo por lead

O Custo por Lead (CPL) se baseia no custo unitário de cada lead em determinada campanha de marketing. Dessa forma, é possível avaliar se uma determinada ação está seguindo o caminho certo e produzindo os resultados esperados. Para realizar este cálculo, deve-se dividir o valor do investimento em marketing digital para contabilidade pelo número de leads gerados nos canais de tráfego do seu site.

O custo por lead é algo que pode variar muito entre os escritórios de contabilidade e, quando mal calculado, pode abalar o negócio. Por isso, ele deve ser feito com muita cautela e responsabilidades, para que as decisões, a partir daí, sejam tomadas de maneira assertiva e tragam bons resultados.

Taxa de conversão

Diferente do CPL, a taxa de conversão tem como objetivo entender como está o retorno de cada investimento feito em sua empresa, seja ele de tempo ou de dinheiro. Há quem prefira utilizar esse KPI como um termômetro para entender a real eficiência da sua comunicação. Também há contadores que preferem utilizar essa informação para definir as metas para o time comercial.

Inicialmente, para entender esse KPI é preciso entender que sempre haverá algum investimento em dinheiro ou em tempo para o lançamento de uma campanha. A partir daí, todas as pessoas que acessarem a sua página e se interessarem pelo que você tem a oferecer, irão assinar um formulário ou darão um outro jeito de entrar em contato direto com seu escritório. Pronto, mais uma conversão para a conta!

A mensuração desse resultado é bem simples: basta dividir o número de acessos pelo número de conversões. Essa avaliação pode ser feita só ao final da campanha ou, até mesmo, em pequenos intervalos de tempo.

Ainda, essa última estratégia pode trazer resultados que indiquem o horário que a sua campanha performou melhor e converteu mais, o que é muito interessante para levar em conta nas próximas ações.

Receita por compra e receita total

As receitas por compra e a total dizem respeito à receita que entrou para o seu escritório durante determinada ação de marketing. Essa mensuração pode ser feita tanto separadamente, analisando venda por venda, quanto de formal total, abrangendo todas as vendas de uma só vez.

Esse KPI é muito significativo, pois é por meio dele que é possível ter uma ideia se uma ação de marketing valeu a pena, ou não. Para isso, deve-se comparar o valor investido com os valores de receita obtidos. 

KPIs secundários

Os KPIs secundários apresentam a viabilidade das estratégias que estão sendo implementadas, seguindo os KPIs primários. Esses KPIs são essenciais para que os líderes do projeto tenham base para realizar uma análise de dados minuciosa. É a partir deles que são tomadas as importantes decisões sobre mudanças de comportamento e atuação, caso os indicadores não estejam apontando para os resultados esperados.

Quando alinhados aos objetivos do escritório, os KPIs secundários podem apontar possíveis falhas de execução, gargalos nas estratégias e pontos que precisam ser melhorados. Tudo isso é fundamental para a produtividade do negócio como um todo.

Como os KPIs secundários auxiliam na tomada de decisão?

Por se tratar de ferramentas de métricas de resultados, os KPIs secundários mostram a relevância de um projeto por meio de dados que revelam exatamente qual caminho as suas ações estão tomando. Ainda, os indicadores mostram se as medidas necessárias para atingir seus objetivos estão sendo tomadas.

Já no que diz respeito à tomada de decisões, os indicadores também apontam números e dados que favorecem na tomada de decisões assertivas. Então, neste cenário, com os KPIs secundários você acompanha de perto o desenvolvimento de cada ação e ainda saberá o quê e como fazer para melhorar os resultados caso eles não estejam indo bem.

É importante, ainda, ressaltar que os indicadores secundários devem justificar os KPIs primários, mostrando de que maneira os resultados almejados podem ser alcançados. Confira a seguir os KPIs que fazem este trabalho.

Custo por lead em cada estágio do funil de vendas

Esse KPI indica o valor pago por determinado lead em cada etapa avançada no funil de vendas. Quanto menor o valor, melhor para o seu negócio. 

Assinantes da newsletter

Ter assinantes em sua newsletter significa que suas ações primárias estão surtindo efeito. Este é um ótimo parâmetro para a análise de estratégias. Afinal, se o prospect se inscreve em sua newsletter é porque, em algum momento, ele se interessou pelo que você tem a oferecer.

Assinantes do blog

O mesmo vale para os assinantes do blog. Ao realizar qualquer tipo de assinatura dentro de seus canais de comunicação, o lead indica, indiretamente, que tem interesse pelos seus serviços ou pelo que você tem a dizer. O próximo passo é, então, descobrir quais tipos de conteúdo o atingirão melhor, fazendo com que ele avance no funil de vendas.

Visitantes recorrentes do site

Essa métrica vai analisar apenas os visitantes que retornaram à sua página, excluindo aqueles que só deram uma olhada no site e nunca mais voltaram. Com a análise dessa métrica é possível identificar quais ações fazem o seu público voltar.

Custo por visita

Essa métrica mensura o custo por visitas (CPV) de diferentes pessoas. Ou seja, ela indica a média de valor gasto em anúncios pelo número de diferentes usuários que visitaram o site. O CPV é uma métrica de desempenho que analisa a estratégia de marketing digital para contabilidade como um todo, tanto em ações para tráfego pago, quanto para o orgânico.

Origem do tráfego

A origem do tráfego mostra ao gestor de onde veio cada usuário que visitou seu site. Por exemplo, é por meio desta métrica que você poderá saber se determinado visitante veio a partir de um link em outro site, da página de resultados de mecanismos de busca, de uma campanha de e-mail marketing ou das redes sociais. Dessa forma, é possível avaliar quais canais têm trazido mais visitantes e investir neles para aumentar seus resultados.

Tráfego orgânico

A métrica de tráfego orgânico tem como objetivo medir quantos usuários que visitaram a sua página chegaram até ela por outros meios que não por alguma ação paga a qual foi feito um investimento direto pelo seu clique. Mensurar esse dado é importante pois ele mostra se ações de SEO e conteúdo têm trazido mais usuários para o seu site, ou não.

KPIs práticos

Enquanto juntos, os KPIs primários e secundários fazem uma análise dos indicadores-chave de cada ação, os KPIs práticos têm como objetivo dar uma explicação sobre os resultados apontados pelos indicadores anteriores. Assim, os números e dados encontrados em um primeiro momento poderão ser analisados. 

Essa pode ser considerada a última parte da mensuração dos indicadores-chave, já que mostra, na prática, como foi a performance de cada ação realizada.

Confira a seguir alguns dos KPIs práticos.

Bounce rate

Bounce rate, ou taxa de rejeição, é uma métrica que representa a porcentagem de visitantes que entram no site e, em pouco tempo, vão embora, sem ao menos visitar outras páginas do mesmo site.

É muito importante que se tome cuidado para não confundir a taxa de rejeição com a taxa de saída. Os significados e impactos de ambos são bem diferentes. A taxa de rejeição só acontece quando uma pessoa acessa apenas uma página do site. Já a taxa de saída é uma métrica que mostra quantas pessoas abandonaram o site a partir de determinada página, independente de quantas páginas do site tenha visitado antes.

Ao acompanhar a taxa de rejeição do site, é possível obter informações importantes sobre a eficácia de seus CTAs e da mensagem e, assim, pensar em formas para otimizar essas chamadas. Isso diminuirá, consequentemente, a rejeição do site e, possivelmente, ajudará a aumentar a conversão.

Landing Pages com melhor desempenho

Você, provavelmente, já deve ter ouvido falar em landing pages e em como elas podem converter clientes para um escritório de contabilidade. A landing page (LP) é uma página que possui todos seus elementos voltados à conversão do visitante em lead. As LPs são muito usadas em campanhas de Marketing Digital e costumam ter altas taxas de conversão.

No geral, as LPs têm menos elementos e mais links do que a homepage de um site normal. Sim, isso é proposital, pois após levar um visitante para uma landing page, seu único objetivo com ele deve ser conseguir convertê-lo. 

Esse resultado aponta quais elementos e estratégias estão desempenhando melhor na LP, dando vazão para mudanças e adaptações sempre que necessário.

Palavras-chave mais pesquisadas

A mensuração de palavras-chave é um dos indicadores mais importantes. Afinal, por meio delas você saberá o que o seu público tem procurado e espera encontrar em seu site. Por meio desta métrica, também é possível ter insights para a criação de conteúdo, entregando o que, de fato, seu público procura. É importante ficar antenado neste indicador, pois por meio dele é possível descobrir novas tendências.

PageRank

O PageRank é um algoritmo utilizado pelos buscadores para posicionar websites entre os resultados de suas buscas. Dessa forma, o indicador mede a importância de uma página contabilizando a qualidade e a quantidade de links apontando para ela.

O PageRank de um site pode ficar entre 0 e 10, sendo que poucos sites alcançam a posição 10. Para você ter uma ideia de como o algoritmo funciona, aqui no Brasil, páginas como UOL e Terra, que recebem milhões de acessos todos os dias e são usadas como referência, possuem PageRank entre 6 e 8.

Boas estratégias, em alguns casos, podem ter como resultado o aumento do PageRank.

Páginas mais acessadas

As páginas mais acessadas, como o próprio nome diz, mostra quantas visualizações determinada página teve durante uma ação. Isso norteia o gestor para qual tipo de item mais agrada a sua audiência.

Essa é uma métrica muito importante, principalmente, para avaliar páginas de conteúdo, pois permite a identificação de conteúdos que precisam ser melhorados e, também, quais tipos de características do texto mais agradam o seu leitor.

Marketing Digital para contabilidade

Como atrair clientes para o escritório por meio do marketing digital para contabilidade

Agora que você já sabe para quê serve cada KPI e por quê você deve mensurar cada uma dessas métricas, é chegada a hora de colocar a mão na massa e começar a estruturar as estratégias para captar clientes para o seu escritório por meio do marketing digital para contabilidade.

Defina uma persona

Como já citamos anteriormente, persona é um personagem fictício que representa o cliente ideal do escritório de contabilidade. A construção deste personagem deve se dar em quem a sua marca deseja alcançar, naquele cliente ideal que ela deseja educar, entreter e converter. Com base nesses dados, é possível a criação de um conteúdo muito mais assertivo, que converse melhor com o seu público e que faça sentido para ele. 

Mas, afinal, como construir uma persona para um escritório de contabilidade? É isso que vamos ver agora!

Inicialmente, é preciso entender que a criação da persona é um processo. Não basta apenas sair descrevendo alguém que você acha que representa os seus clientes. Tampouco achar que já conhece seus clientes perfeitamente, pois as nossas percepções podem nos enganar.

Para que cumpra o seu papel, a construção de uma persona deve ser baseada em pesquisas, análises e, por fim, a construção. E, acredite, este processo pode ser bastante demorado, mas te trará uma visão completamente diferente e importante. 

Quer saber mais? Então, confira a seguir um plano de ação para criar uma persona para o seu escritório de contabilidade!

1 – Colete os dados dos clientes

O primeiro passo da construção de uma persona é a famosa pesquisa de campo. Essa é uma expressão utilizada quando pesquisadores realizam a coleta de dados para seus respectivos estudos. E é isso que você deve fazer no primeiro momento: coletar os dados de clientes.

Há inúmeras formas de se realizar essa pesquisa. Porém, para que a definição da persona seja efetiva, é aconselhável que se escolha entre duas modalidades de pesquisa: entrevista semi estruturada ou questionário.

A primeira conta com um conjunto de perguntas pré-definidas, a qual o gestor pode explorar novos campos  inserindo novas indagações, de acordo com cada situação. Já no segundo modelo, há uma lista de questões definidas, as quais não é possível inserir novas perguntas no decorrer da conversa.

Essas pesquisas, geralmente, são realizadas pela internet. Porém, a coleta de dados presencial permite perceber novas nuances de comportamento que podem passar despercebidas no online.

Existem diversas ferramentas que permitem que o contador realize essa pesquisa pela internet. Tais como: Google Forms e Typeform. Para aumentar a taxa de respostas, é recomendado que a pesquisa seja enviada por e-mail, após a realização de um atendimento ou no momento do pós-venda.

2 – Realize perguntas aos clientes

As perguntas podem variar de acordo com o tipo de serviço que você oferece em seu escritório, bem como os fins para os quais você deseja atingir determinado público. Por isso, sinta-se à vontade para colher o máximo de informações possível. Afinal, quanto mais detalhes você souber, mais assertiva será a presença da sua persona.

Alguns dos dados que você precisa colher para definir a sua persona são:

  • Sexo;
  • Idade;
  • Profissão;
  • O segmento em que a sua empresa atua;
  • Qual o regime de tributação e o formato jurídico da empresa;
  • Por onde costuma se informar e consumir conteúdos relacionados a empreendedorismo e gestão;
  • Que tipo de conteúdo seria interessante ler ou assistir;
  • Quais os objetivos do negócio;
  • Quais são os desafios da empresa;
  • Como o escritório contábil ajuda a solucionar seus desafios;
  • Como era a empresa antes de conhecer o seu escritório.

3 – Analise os dados coletados

Após aplicar a pesquisa, você terá muitos dados sobre seus clientes. É preciso classificar e tabular todos eles, transcrever entrevistas e analisar tudo o que foi coletado. Durante esta etapa é preciso ter muito cuidado e atenção, pois a partir daqui o objetivo é identificar os padrões nas respostas.

Mas, como devem ser esses padrões? É simples identificá-los. Eles representarão problemas, características, desafios e dúvidas que são comuns entre vários clientes que responderam às pesquisas. São essas características em comum que farão parte da sua persona.

Para isso, é preciso organizar as respostas de maneira funcional. Recomenda-se que se crie uma tabela com as mesmas perguntas realizadas aos clientes. Feito isso, insira no documento os dados da pesquisa. Assim, é possível visualizar melhor as informações que se repetem.

4 – Estruture a sua persona

A partir da análise, a persona passa a ganhar vida. Ela terá um nome, um rosto e um perfil bem definidos, com base nas características e comportamentos que você percebeu como os mais relevantes. 

O segredo para que essa estruturação tenha sucesso é pensar na persona como se ela fosse um ser humano de verdade, que vai interagir com a marca do escritório, ler seus conteúdos e aderir aos seus serviços. Uma boa solução para criar e apresentar a persona é contar uma história a partir do perfil e das características do seu personagem. Assim, ficará muito mais fácil perceber seus hábitos, comportamentos e de que forma ela se relaciona com a marca.

SEO para escritórios de contabilidade

O SEO para escritórios de contabilidade é um dos temas mais discutidos nos últimos tempos. Enquanto uma parte dos contadores prefere investir em anúncios e links patrocinados para chamar a atenção dos consumidores, outra parte prefere apostar nas técnicas de SEO (Search Engine Optimization) para obter os melhores resultados e conquistar a tão sonhada primeira posição nos mecanismos de busca.

O SEO é um conjunto de técnicas utilizadas em sites para que eles consigam ficar melhor ranqueados em mecanismos de buscas como o Yahoo! e o Google. Quanto melhor aplicadas as estratégias de SEO, maiores são as chances do site aparecer nas primeiras posições da pesquisa. Consequentemente, a probabilidade de acessos também cresce.

Ao realizar as devidas melhorias no conteúdo do site, usabilidade, velocidade e demais fatores, o Google entenderá que o seu site é relevante para as pesquisas que o público fizer com os termos (palavras-chave) relacionadas ao seu mercado.

Quanto mais próxima a sua página estiver da primeira posição, mais provável será que os usuários cliquem nela. Quer descobrir como otimizar o SEO do site do seu escritório de contabilidade e trazer mais tráfego orgânico para a sua página? Então, siga as dicas a seguir!

Utilize bem as palavras-chave

Para determinar a relevância das páginas, os buscadores realizam uma varredura de palavras-chave. As palavras-chave são os termos que as pessoas colocam para encontrar algo na internet. Por exemplo, se alguém deseja encontrar um escritório de contabilidade. Esse termo é conhecido como head tail, ou cauda curta, por ser mais curto e genérico. Geralmente, eles são os mais procurados e por isso a competitividades por outros sites é bem alta.

Porém, o diferencial vem agora. Muitas vezes o usuário pode realizar uma pesquisa mais específica, com o termo “escritório de contabilidade de Goiânia” ou “escritório de contabilidade para abrir empresa”, por exemplo. Esse termo é conhecido como long tail, ou cauda longa. 

Nessa segunda situação, o cliente em potencial já sabe o que quer e está à procura da melhor oferta para ele. Neste caso, a procura pode até ser menor, mas pelo fato do termo ser mais específico, isso também faz com que a competitividade seja reduzida. Ainda, ao utilizar essa estratégia, a chance de atingir o cliente certo é muito maior!

Utilize a palavra-chave no título da página

Um dos pontos mais importantes do SEO para escritórios de contabilidade é o título da página. Com isso, não estamos falando, necessariamente, no título do conteúdo em si. Na verdade, esta é a frase que aparecerá no resultado da busca. 

É importante que, ao estruturar o título da página, você saiba de duas informações importantes: o tamanho máximo da frase que o Google mostra é de 63 caracteres; e as primeiras palavras ganham muito mais importância do que as últimas.

Também é muito importante incluir no título a palavra-chave que se está trabalhando e buscar fazê-lo de forma que chame a atenção dos potenciais clientes. Mas, tome cuidado para não abusar: coloque um título que seja condizente com o conteúdo do site. Caso contrário, dificilmente você conseguirá ranquear nos mecanismos de busca e ainda poderá frustrar os visitantes. 

Crie uma URL personalizada

A URL, que nada mais é do que o endereço da página, é outro fator importantíssimo no ranqueamento orgânico dos mecanismos de busca. Ao criar um ambiente virtual, fique atento para que os endereços sejam amigáveis e insira as palavras-chave escolhidas.

Ainda, evite utilizar URLs com códigos, números e demais elementos. Uma dica valiosa é que, para construir uma boa URL, você precisa conseguir identificar o conteúdo da página pelo próprio endereço dela. Por exemplo, este conteúdo, que tem em sua URL “marketing-digital-para-contabilidade” para a palavra-chave “marketing digital para contabilidade”.

Produza a meta description

A meta description é um texto que funciona como um resumo do que o conteúdo da página irá abordar. É aquele texto que aparece logo abaixo da URL nos mecanismos de busca, e serve como uma síntese do conteúdo e, também, para atrair o visitante para a sua página. Para criar uma boa meta description, saiba que os buscadores permitem textos entre 120 e 320 caracteres. Também é importante que neste texto contenha a palavra-chave trabalhada no conteúdo.

Brincar com a criatividade também é um requisito essencial para criar uma boa meta description. Faça uma produção atrativa para despertar a curiosidade do usuário, sempre convidando-o a visitar a página.

Adicione imagens nas páginas

Outro fator que influencia no ranqueamento são as imagens adicionadas nas páginas do seu site. Basicamente, o que o algoritmo enxerga é: o nome do arquivo, o texto alternativo e contexto da imagem. 

Nome do arquivo

O nome do arquivo deve ser direto com o que a imagem reproduz. Renomeie a imagem de acordo com os elementos nela encontrados.

Texto alternativo

Já o texto alternativo (Alt Text) é o caminho que ajudará os buscadores a identificar as imagens. Eles irão associar o texto com os demais termos do conteúdo. Se a imagem retratar a palavra-chave trabalhada, utilize-a neste momento.

Contexto

Concentre-se em imagens que ajudem a desenvolver o conteúdo e coloque-as próximas ao texto em que mais faz sentido. Assim, você garante que todas elas fiquem dentro do contexto e conversem com seu conteúdo escrito.

Vale ressaltar que além de ser útil para o SEO, as imagens também ajudam muito na experiência do usuário ao visitar o seu site. Isso tornará esse contato muito mais interessante. Por isso, antes de publicar uma página ou um texto no blog, separe um tempo para realizar pesquisas em bancos de imagens.

Utilize headings nos conteúdos

Os headings são subtítulos que servem para separar um texto na construção de um conteúdo. Essas divisões são feitas com códigos que indicam prioridades: H1, H2, H3 e assim por diante. Esses subtítulos possuem uma hierarquia, sendo o H1 o título da página, o H2 os subtítulos, os H3 os subtítulos dos H2 e assim sucessivamente.

É importante que a palavra-chave escolhida apareça em alguns desses elementos para que o Google reconheça a relevância do conteúdo e melhore o ranqueamento. Afinal, eles exibem exatamente o tema central que está sendo apresentado naquele conteúdo. Além disso, essa divisão de conteúdos por blocos também facilita a leitura, oferecendo uma melhor experiência aos usuários.

Desenvolva conteúdos relevantes

Por último, mas não menos importante, um bom conteúdo é indispensável para que o SEO funcione corretamente. Como dito anteriormente, o foco dos mecanismos de busca é oferecer um material relevante ao usuário. Por isso, de nada adianta seguir todas as dicas deste artigo se você não produzir um conteúdo que seja realmente útil para o seu público e que não sane as suas dúvidas e carências.

A dica é que se crie um conteúdo original e que sane todas as dúvidas que seu público-alvo pode ter a respeito das frentes do seu escritório. Tudo isso de forma leve e natural. Busque criar um blog para publicar matérias relacionadas ao seu escritório e conquiste novos clientes com estratégias de Inbound Marketing. 

estratégias de Marketing Digital para contabilidade

Inbound Marketing para contabilidade

Você, em algum momento, já deve ter ouvido falar no termo ‘Inbound Marketing’. A estratégia também é conhecida como Marketing de Atração e consiste em tentar conquistar o cliente a partir do que ele mesmo procura absorver. Esse processo deve ser feito de uma maneira sutil, de forma a não interromper o cliente, mas, sim, ajudando a criar um relacionamento a partir do que ele busca.

O Inbound Marketing é um conjunto de estratégias que se baseia na criação e compartilhamento de conteúdos voltados para um público específico. A estratégia tem como objetivo conquistar a permissão de se comunicar com seu potencial cliente de maneira direta, criando um relacionamento duradouro baseado na confiança entre cliente e marca.

Essa confiança pode ser conquistada por meio de diálogos constantes entre empresa e consumidor, usando o conteúdo como forma de atrair o público por diversos canais de comunicação: redes sociais, e-mail, blog e muitos outros. Dessa forma, o custo do Inbound torna-se bem menor quando comparado a outras estratégias, já que esse conteúdo pode ser replicado em diversas plataformas e formatos, sem demandar de altos investimentos para alcance.

As ações fazem com que o próprio público te procure de maneira espontânea, por se sentirem atraídos por sua mensagem. Dessa forma, o conteúdo pode ser utilizado para tirar dúvidas, curar dores ou suprir carências que o seu público-alvo tem. A partir daí, fica muito mais fácil apresentar as suas soluções e fazer com que eles deixem de ser apenas leads para se tornarem, de fato, clientes.

Para entender como aplicar essa estratégia, é necessário que o contador coloque em prática 5 etapas. São elas:

  • Atração: Atraia o seu público por meio de publicações direcionadas ao público que você deseja transformar em tráfego qualificado;
  • Conversão: Este é o momento onde você tenta buscar pelas informações do seu cliente, transformando-o em um lead;
  • Venda: Momento em que você já atraiu e converteu o lead e agora precisa tentar transformá-lo em cliente para fechar a venda;
  • Encantamento: Conseguiu fechar a venda? Ótimo! Mas não pare por aí! Converse com o seu cliente e saiba o que ele achou do serviço e onde você pode melhorar. Isso vai fazer com que o consumidor se torne um promotor do seu escritório por conta do seu excelente atendimento;
  • Análise: Entenda tudo sobre seu processo de vendas, saiba o que funcionou e o que precisa ser melhorado, analise todos os aspectos e busque otimizar seus serviços para a próxima venda.

Onde aplicar o Inbound Marketing na contabilidade?

Para que o Inbound Marketing para contabilidade seja, de fato, uma estratégia efetiva, é importante ter um blog onde você possa compartilhar os melhores conteúdos, atraindo o público certo, para o lugar certo. Atrelado a isso, utilize suas redes sociais e divulgue esses conteúdos, que devem ser feitos a partir das técnicas de SEO, para que eles fiquem bem posicionados nos mecanismos de busca. Por fim, trabalhe também com o e-mail marketing da melhor maneira possível, comunicando-se com sua cartela de clientes com mais clareza e proximidade.

Redes sociais na contabilidade

Utilizar as redes sociais ainda é um tabu para grande parte dos contadores. E, também, um grande erro. Diante de seu alcance e das oportunidades de novos negócios que as mídias sociais podem trazer, é um verdadeiro tiro no pé não estar presente nelas.

De acordo com uma pesquisa realizada pela agência eMarketer, o Brasil é o país que mais acessa redes sociais na América Latina. São cerca de 93,2 milhões de brasileiros conectados nesse tipo de mídia, informa o estudo. Diante de tamanho potencial, você não quer ficar de fora das redes sociais, né? Então, confira a seguir algumas dicas de como movimentar suas redes e captar clientes por meio delas.

Como fazer bom uso das redes sociais para contabilidade?

As redes sociais para contabilidade podem ajudar o seu escritório a crescer. Isso é possível porque, ao criar conteúdos relevantes e fortalecer a sua imagem nestes canais, você se tornará uma referência na área em que atua.

Também não se pode ignorar o potencial das ferramentas no relacionamento com os clientes. Com inserções planejadas, compartilhamentos de informações úteis e interagindo com o seu público, seu escritório se tornará mais conhecido. Hoje, grande parte dos primeiros contatos com um novo cliente se dá pelas redes sociais.

Você deve estar se perguntando “Mas, como eu faço um bom uso das redes sociais na contabilidade?” E, ainda, “como otimizar minhas estratégias nessas ferramentas, de forma a provar que elas não são perda de tempo?” É simples: confira as dicas a seguir e saiba como captar mais clientes por meio das redes sociais.

1 – Crie perfis corporativos

Em primeiro lugar, é importante ter em mente que toda e qualquer comunicação com o seu cliente deve ser a partir de um perfil corporativo. Um perfil do escritório, e não seu. Ter um perfil somente para o escritório de contabilidade demonstra profissionalismo. Não fuja da sua identidade: nome, foto e “bio” precisam transmitir mensagens profissionais.

2 – Leve o planejamento a sério

Utilizar as redes sociais na contabilidade traz resultados, mas não faz milagres. É preciso encarar o planejamento e as estratégias com seriedade para que elas tragam o retorno esperado. 

Também é importante entender que o gerenciamento de redes sociais não é para qualquer um. Por isso, assim que viável, contrate um profissional qualificado para ficar à frente das redes sociais do seu escritório. Muitas vezes, nossa percepção e a falta de conhecimento impedem que o escritório cresça, simplesmente por não estar aplicando as estratégias certas nas redes sociais. Isso já não ocorre com o auxílio de um gestor para as redes sociais.

3 – Oriente o conteúdo ao seu público

Lembra quando abordamos os tópicos de criação de persona e do público-alvo? Então, é necessário que todos os conteúdos sejam produzidos de acordo com as estratégias já traçadas anteriormente. Se a sua publicação não fizer sentido com a identidade da sua marca e não for voltada para o seu público-alvo, ela corre o risco de ser considerada como mais um conteúdo irrelevante na internet.

Por isso, ofereça informações úteis à sua audiência. Também é importante que se avalie e aproveite os horários preferidos do seu público. Isso tornará a ação mais pontual.

4 – Direcione a mensagem à “dor” do cliente

Atrelada à dica anterior, produza conteúdos que tirem o seu cliente da zona de conforto, provocando uma reação nele. Considerando que você o conhece bem, conseguirá facilmente identificar quais são suas necessidades, bem como as soluções que o escritório pode oferecer para saná-las.

Uma dica de ouro é aproveitar os assuntos do momento. Ainda, também é válido oferecer conteúdos mais personalizados, de acordo com feedbacks e interações que vocês terão ao longo do tempo. Isso fará com que seus conteúdos sejam ainda mais assertivos e ajudem ainda mais seu público.

5 – Esteja disponível para seu público

Não há nada mais desagradável do que fazer um comentário, uma sugestão ou, até mesmo, uma reclamação, e não obter nenhuma resposta. As redes sociais são uma via de mão dupla. Ou seja, o que você posta não acaba no momento em que você sobe a publicação. Na verdade, o fluxo de comunicação começa a partir daí. Por isso, é importante estar disponível para o seu público o máximo possível.

Quando falamos que é importante estar disponível, não queremos dizer que você precisa passar 24 horas em frente ao computador. Separe uma ou duas horas do seu dia somente para fazer essa parte de responder comentários e estar mais próximo da audiência. Isso fará toda a diferença na relação que o escritório mantém com os prospects.

Estratégias de marketing

Como utilizar cada rede social na contabilidade?

Dependendo do perfil do seu cliente e dos objetivos que se deseja alcançar, cada rede social pode ser explorada de uma forma diferente, trazendo bons resultados ao final de cada estratégia. Se você está se perguntando como fazer isso, continue a leitura e confira a seguir algumas dicas que a ABS Growth separou para você!

Facebook para contabilidade

A maior rede social do mundo não só pode, como deve ser utilizada pelo escritório de contabilidade. A rede social ajuda, principalmente, na geração de tráfego para o site. 

Na prática, o Facebook para contabilidade pode ser utilizado para divulgar uma prévia do conteúdo útil e relevante que o cliente encontrará no blog. É uma ótima oportunidade para educar seu público e, também, para alcançar novas pessoas.

Instagram para contabilidade

O Instagram corporativo está ativo no Brasil desde 2016. Essa é uma rede social que se baseia muito mais em imagem do que em texto. Por isso, use e abuse desta informação. Utilize imagens para divulgar a sua mensagem, para educar sua audiência e, claro, para divulgar os serviços prestados no escritório.

Não se esqueça, também, de estar sempre presente nos stories, respondendo perguntas, interagindo e mostrando um pouco da rotina do seu escritório. Quanto mais perto o consumidor se sentir, mais propenso ele estará de se tornar um cliente.

WhatsApp para contabilidade

O aplicativo de mensagens instantâneas é indispensável para qualquer escritório de contabilidade. Além de estar em contato direto com seus clientes, resolvendo suas demandas, também é possível utilizá-lo para sanar dúvidas de clientes em potencial, aproximar-se mais dos prospects e se comunicar melhor com os interessados em seus serviços.

LinkedIn para contabilidade

O LinkedIn é, somente, a maior rede de contatos profissionais do mundo. Portanto, é uma das redes sociais obrigatórias para um escritório de contabilidade. Ele pode ser utilizado para informar a sua rede de contatos sobre novos negócios, para fazer networking e, até mesmo, para publicar seus conteúdos na plataforma. 

Se o escritório não possui um blog pronto ainda, por exemplo, é possível publicar seus artigos no LinkedIn, chamando mais atenção para a rede social.

Conclusão

Deu para reparar que o marketing digital para contabilidade é extenso, oferece inúmeras possibilidades e traz diversos benefícios para um escritório contábil, né? É preciso quebrar esse tabu que há a respeito do assunto. Afinal, o marketing digital traz visibilidade para o setor. E, quem é visto, sempre é lembrado.

O escritório de contabilidade que não se atualizar e não começar a aplicar estratégias de marketing digital contábil corre grandes riscos de não sobreviver nos próximos anos. Afinal, como já dissemos anteriormente, a forma de consumo, tanto quanto a forma de captar clientes, mudaram. E o escritório que não estiver adaptado à essas mudanças, dificilmente conseguirá crescer. E aí, quem você quer ser: o escritório de sucesso ou o escritório que não investe em marketing digital para contabilidade e, por isso, está fadado ao fracasso?

Sobre a ABS Growth

A ABS Growth é a plataforma de crescimento definitivo do contador. Nós pavimentamos o crescimento de escritórios de contabilidade por meio de 4 pilares: marketing, vendas, produtos e educação. 

Tenha você 1 ou mil clientes, a fórmula para que seu escritório cresça e aumente a sua cartela de clientes é uma só: ABS Growth! 

Entre em contato com a nossa equipe de especialistas e descubra todas as soluções que somente a ABS Growth pode te oferecer!

Você também pode gostar desses Conteúdos​

Gestão de Processos Contábeis: Como tornar o seu escritório um produto sólido

Gestão de Processos Contábeis: Como tornar o seu escritório um produto sólido

Uma boa gestão de processos contábeis tornará o seu escritório de contabilidade um produto mais sólido. Aprenda tudo neste manual…
Marketing Digital para contabilidade: Manual Completo

Marketing Digital para contabilidade: Manual Completo

Contador que não entende de marketing? Não mais! Aprenda todas as estratégias de Marketing Digital para contabilidade e cresça muito…
Vendas na Contabilidade: como captar mais clientes

Vendas na Contabilidade: como captar mais clientes

As vendas na contabilidade ainda é um gargalo para o contador. Confira as melhores estratégias de vendas e aumente o…