Abs growth puro
Edit Content

Menu

HubCount: Encurtando o caminho do crescimento com tecnologia contábil

Rogerio
Atualizado em

O que você verá neste artigo:

Nos últimos dois anos, alguns estados Brasileiros experimentaram um recorde de empresas que fecharam por causa das instabilidades do mercado. Neste cenário, outras empresas cresceram sem precedentes. Como isso é possível?

Você já deve ter ouvido a expressão “Dados são o novo petróleo”, ela quer dizer que, assim como petróleo, os dados são um ativo valiosíssimo para um negócio. Então, o que o BI Contábil tem a ver com isso? 

Hoje os dados são a trilha sonora de todo negócio. Somente a partir disso você conseguirá atingir a escala e redução de custos. Não basta ter um banco que alimenta esses dados, é necessário que essas informações sejam legíveis e capazes de fazer sua gestão ser mais estratégica e te ajudar a crescer de forma acelerada. 

Business Intelligence (ou BI) tem sido a escolha das empresas que buscam estar mais embasadas na hora de tomar decisões em seus negócios, seja para otimizar a economia de recursos, trazer novos clientes ou decisões estratégicas de mercado. Esta tecnologia está ligada diretamente a um dos ativos mais importantes do século XXI.

Através do uso de ferramentas especializadas, o Business Intelligence forma conjunto de processos que coleta e analisa os dados produzidos, e a partir deles fornecem leituras inteligentes e seguras daquele dado.

Sendo assim, por uso do BI, é possível processar um alto volume de registros, informações e dados, além de insights importantes para as decisões da empresa, em questão de instantes. Um trabalho de reunir informações que às vezes durava por dias ou semanas. ‍

Ou seja, o BI serve para transformar um grande volume de dados desordenados em inteligência de negócio, fazendo com que os gestores administrativos, operacionais e financeiros das empresas consigam planejar com antecedência ações estratégicas para o crescimento da empresa com base em informações concretas.

Com o uso de ferramentas corretas, as empresas têm se tornado capazes de coletar, armazenar e gerir um grande volume de dados sobre seus negócios com uma facilidade incrível, ajudando muito gestores administrativos, operacionais e financeiros a ter um melhor entendimento da saúde fiscal de suas empresas. Assim como o óleo deve ser refinado, os dados devem ser interpretados e lidos corretamente.

Um bom exemplo disso vem da HubCount, uma startup de inovação contábil e fiscal que transforma processos manuais em automatizados e potencializa seu escritório com inteligência de dados. 

Segundo o CEO, Gabriel Capano, “A Hub nasceu com um propósito de transformar o mercado contábil em um ambiente mais livre e transparente. Vemos a contabilidade como uma ferramenta estratégica de crescimento, por isso, desenvolvemos tecnologia para auxiliar a tomada de decisão e promover escala das empresas a um custo menor.”

Triplicando os resultados com tecnologia

As demonstrações financeiras, como o Balanço Patrimonial, a Demonstração de Resultados do Exercício, EBITDA e vários outros carregam informações valiosíssimas para o seu cliente. Portanto, para garantir uma entrega assertiva de valor e não somente uma apresentação de números vagos, você precisa ter consciência de quais informações serão mais importantes para o momento atual do empresário. Os dados que você apresentar poderá impactar diretamente no investimento das empresas.

As demonstrações financeiras são a base para a análise dos impostos e o gerenciamento e controle do fluxo de caixa de uma empresa, possibilitando ao empresário um investimento mais rentável e a melhoria de seu negócio.

Stakeholders (investidores, credores, clientes) interessados na empresa utilizam as informações contidas nas demonstrações financeiras antes de tomar uma decisão. Tendo esses fatores em mente, é possível ser mais assertivo na apresentação dos indicadores, de forma que você conseguirá atrair a atenção do seu cliente e conquistar a sua confiança. 

Empresas não se contentam mais simplesmente com o contador que só preenchem planilhas,elaboram guias e declarações. O que elas precisam é de verdadeiros consultores que consigam entregar valor a elas. A sua contabilidade está dentro do perfil que essas empresas buscam hoje?

Consultividade

Aliando tecnologia e um trabalho eficaz e dinâmico, a Contabilidade Consultiva gera mais valor para o cliente, permitindo que a empresa tenha um melhor controle de custos e despesas, uma melhor apuração de fluxo de caixa, acompanhamento de resultados e, especialmente, uma efetiva geração de cenários futuros para aquele negócio em especial, descobrindo as melhores decisões para o empreendedor que busca sucesso em um mercado de trabalho tão mutável e concorrido como o de hoje em dia.

Assim, enquanto o empreendedor está focado em melhorar seus produtos ou serviços e atrair mais clientes, um Contador Protagonista que usa de Contabilidade Consultiva está com seu foco e ações atentos às oportunidades de crescimento e de inovação que ainda estão por vir, ajudando a empresa com possíveis novos nichos de mercado que o negócio ainda não atende, mas onde números provam um aumento de procura por parte do mercado. Ações como essas efetivamente ajudam o negócio a fazer uma gestão mais eficiente, com planejamento tributário, avaliação de empresas, consultorias para fusões e aquisições.

Uso de informações para um foco estratégico

Através de uma ferramenta de Business Intelligence, o profissional contábil consegue ter uma base precisa de dados relevantes e precisos para seus clientes ou empresa, podendo os apresentar e os usar na hora de embasar a criação de novas estratégias eficientes e planejar ações para alcançar melhores resultados.

Administração de Indicadores

Um BI efetivo fornece indicadores para o contador e com eles é possível cruzar dados, gerenciar, comparar informações e efetivamente identificar falhas nos métodos de seus clientes e propor medidas para resolvê-las. Assim, o BI amplia a visão do contador sobre o negócio dos seus clientes, deixando mais fácil e direto entregar valor para eles.

Decisões apoiadas em dados concretos

A Business Intelligence é uma tecnologia com extremo foco em auxiliar no processo decisório do cliente, tudo através de uma coleta e análise a fundo das informações dos mesmos. 

Aplicar Business Intelligence em um escritório contábil é garantir o fornecimento de orientações embasadas em dados, seguras, bem fundamentadas, e verdadeiramente capazes de apontar as melhores estratégias e ações a serem tomadas nos dias por vir.

Como utilizar BI na contabilidade?

Os benefícios do BI na contabilidade falam por si só  e ver grandes empresas e escritórios de sucesso (como o banco BMG, a Tactus e a BDO) usando Business Intelligence só assina embaixo o ponto de que se modernizar é o caminho para um futuro de sucesso e lucro na contabilidade.

Performance mais eficiente

A partir do momento que você ganha tempo para analisar com maior tranquilidade todos os indicadores, você consegue observar com mais eficiência potenciais informações que, muitas vezes, o cliente não levaria em consideração. 

Um bom gestor contábil será preciso e cirúrgico em sua análise, apresentando um diagnóstico financeiro que muitos empresários procuram neste momento para poder dar andamento aos seus negócios.‍

Não se limite ao básico, não se acomode com o normal! Só você pode elevar o potencial do seu trabalho através de uma gestão eficiente e uma entrega efetiva. Mostre valor através de soluções que levarão seus clientes para uma performance financeira eficiente

Quais as vantagens de usar BI no setor Contábil?

Os últimos anos tem provado cada vez mais para o mercado contábil a necessidade de ser adaptável às mudanças e desafios colocados pelo mundo. E a maneira que o setor encontrou de sair na frente foi o uso de ferramentas para digitalização e automação.

Dentre as ferramentas utilizadas pelo mercado para facilitar a vida dos gestores, o BI contábil tem sido um importante aliado:

Uma ferramenta como o Bi Contábil, da HubCount, leva o seu escritório contábil para uma gestão estratégica eficiente na elaboração dos demonstrativos mais importantes de seus clientes.

As demonstrações financeiras, como o Balanço Patrimonial, DRE, EBITDA, índice de Kanitz e vários outros carregam informações valiosíssimas tanto para o contador quanto para o empresário. Por isso, ter ferramentas que ajudam nessa gestão estratégica é fundamental para apresentar um diagnóstico financeiro e fiscal.

Você também pode gostar desses Conteúdos